• Pref Marechal Thaumaturgo

Isaac quer potencializar agricultura em Marechal Thaumaturgo

Reeleito prefeito de Marechal Thaumaturgo, o indígena ashaninka Isaac Piyãko, do PSD, diz que vai reparar o que considera um erro da sua atual gestão e buscar parcerias com associações, cooperativas e povos indígenas do município. Ele quer fortalecer a agricultura familiar, ampliar e diversificar a produção agrícola e comprar ainda mais itens regionais para a merenda escolar.



Apesar de ser indígena, Piyãko reconhece que neste primeiro mandato atuou mais na parte urbana de Marechal Thaumaturgo. Agora, o foco será as comunidades rurais, ribeirinhas e aldeias.


“Na prática, é fazer açudes para a piscicultura, garantir equipamentos, investimentos e meios para ampliar e diversificar o que se planta. É produzir comida para a segurança alimentar e vender o excedente para o mercado e também para a merenda escolar”, explica.


Além dos 60% de itens locais comprados para a merenda escolar por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar, o prefeito quer ampliar a quantidade.


“Estamos falando de galinha e ovos caipira, verduras, frutas e mandioca, tudo produzido aqui em Marechal Thaumaturgo, que é inserido na merenda escolar. Vamos pôr o peixe também e ampliar a quantidade e qualidade do que produzimos em Marechal Thaumaturgo”, garante, ressaltando que no município há mais de 40 tipos de feijão.


Obras de saneamento, com a garantia de água de qualidade nas aldeias e comunidades também é uma das prioridades da gestão que Isaac Piyãko a partir de janeiro de 2020.


Sem oposição na Câmara Municipal


Piyãko terá “tranquilidade política” para trabalhar. Dos 9 vereadores eleitos, ele conta com 7 em sua base: 3 de seu partido, o PSD, 1 do Solidariedade, 1 do PP, 1 do PCdoB e 1 do PSDB. Acredita que poderá ter oposição de um vereador do PT e outro do MDB, mas cita que vai buscar sempre entendimento com todos. “O que quero é diálogo com a Câmara”, afirma Isaac.

0 comentário