• Pref Marechal Thaumaturgo

Programa SELO UNICEF através do seu núcleo promove protagonismo juvenil em Marechal Thaumaturgo

As ações do Programa Selo UNICEF (edição 2017/2020) se encaminha para suas ações/tarefas finais no Município de Marechal Thaumaturgo; e um dos grandes protagonistas dessa edição do referido programa aderido pela segunda vez pelo município foi com certeza o Núcleo de Cidadania de Adolescentes que leva a denominação de JUVA (Jovens Unidos Pela Vida na Amazônia).



As inúmeras ações e atividades desenvolvidas e promovidas em diversos segmentos sociais pelo Programa Selo UNICEF através do Núcleo de Adolescentes/Grupo JUVA fez renascer na então municipalidade o notável Protagonismo Juvenil vividos nos anos de 2008/2010, aonde a juventude local viveu e promoveu inúmeras políticas públicas nas áreas da saúde, cultura e esporte.


Com um grupo composto por adolescentes e jovens dedicados e empenhados em aprender e promover mudanças, descobrir habilidades, conhecer o lugar aonde vive e propor sugestões para melhorar a vida de criança e adolescentes; o Grupo JUVA de Marechal Thaumaturgo foi além de suas obrigações e desafios propostos: deixa um legado, fez renascer a chama do protagonismo juvenil – com jovens participando da tomada de decisões, expressando suas ideias, dialogando com gestores de políticas públicas, lideranças comunitárias, professores e famílias. Suas ações tendem continuar mesmo após término do programa Selo UNICEF 2017/2020.



Tendo como principal parceiro e financiador o Poder Público Municipal representado pelos seus gestores majoritários – Prefeito Isaac Piyãko e Vice-prefeito Valdélio Furtado, com o indispensável e mútuo apoio e colaboração das Secretarias Municipais de Assistência Social (Secretária Fátima Souza Cruz), Saúde (Secretário José Maria) e Educação (Secretário Professor Eclínio Furtado) o Núcleo de Cidadania de Adolescentes/JUVA de Marechal Thaumaturgo realizou além das metas mínimas das obrigatoriedade dos atividades dos 08 (oito) desafios proposto.


Além das atividades previstas para o alcançamento das metas o grupo de adolescentes e jovens (JUVA) realizou atividades em todos os 08 (oito) temas atribuídos – aonde eram obrigatórios o trabalho com no mínimo 03 (três) desafio – sendo um obrigatório. Atividades que foram trabalhadas com crianças, adolescentes e jovens não apenas da zona urbana do município, mas também da zona rural; pois para o Prefeito Isaac Piyãko as ações tinham que chegar ao maior número de pessoas (crianças, adolescentes e jovens) possíveis.


Atividades que foram iniciadas ainda no ano de 2017, sendo intensificadas ao longo dos anos de 2018, 2019 e início de 2020, abordando temas como: Direito ao esporte seguro e inclusivo; Alimentação saudável e prevenção da obesidade; Lei da aprendizagem para criar oportunidades de conciliar aprendizagem no emprego com a permanência na escola; Direito a inclusão digital e ao uso seguro da internet; Educação para cidadania democrática; Inclusão escolar e a troca de saberes – fora da escola não pode; Direito à saúde sexual e reprodutiva e Práticas de enfrentamento ao racismo.


Atividades que continuarão ao longo do ano em curso – dependendo do cenário pós pandemia da COVID-19. Ações que objetivam a promoção de mudanças, descobrimentos de habilidades, conhecimento do lugar aonde vivem, além de participar das tomadas de decisões que tem por finalidade melhorar a vida de crianças e adolescentes da então municipalidade; sendo que no desenvolvimento dessas atividades os adolescentes estarão adquirindo mais conhecimento sobre seus direitos, estando assim se preparando para o exercício da democracia, sugerindo melhorias em relação aos serviços e às políticas públicas que impactam na vida das crianças, adolescentes e jovens que vivem na Amazônia.


Galeria de foto:


Por: Cleudon França – Assecom/PMMT. Registros Fotográficos: Cleudon França – Assecom/PMMT

0 comentário