• Pref Marechal Thaumaturgo

Os desafios para levar a vacina contra a covid-19 a todos os públicos prioritários

Os desafios para levar a vacina contra a covid-19 a todos os públicos prioritários de Marechal Thaumaturgo.


Prontamente que tem recebido as doses pelo governo do estado, repassado pelo Ministério da Saúde, a Prefeitura de Marechal Thaumaturgo na gestão na gestão do prefeito Isaac Piyãko e vice Valdélio Furtado através da pasta de saúde, secretário José Maria, tem realizado verdadeiras forças tarefas levar a vacina para todos os públicos prioritários que se destinam as doses recebidas.



Uma dedicada equipe de profissionais do município, composta por Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, dentre outros profissionais, tem ido aos quatro cantos do município levando as doses de vacina, que trazem esperança de dias melhores nesses tempos tão sombrios.

No município a Campanha de Vacinação está no seu quarto público prioritário, aonde primeiro se destinou a profissionais de saúde, seguido dos indígenas e idosos; aonde a dedicada a equipe de profissionais se fez presentes em todas a aldeias e povos tradicionais do município: povo Kuntanawa do alto Rio Tejo (Aldeia Kuntamanã), distante a quase 70 km da sede, o povo Jaminawá Arara do Rio Bajé, os povos Ashaninka e Kaxinawá do Rio Breu (residentes nas aldeias que dividem o Brasil do Peru), e os povos Apolima Arara (Aldeia Novo Destino e Ilda Siqueira) e Ashaninka (Aldeia Apiwtxa) do Rio Amônia. Todos os idosos, classificados dentro da faixa etária de idade dos públicos prioritários (60 anos para cima), seja morador da sede (perímetro urbano) ou da zona rural também já receberam as doses da vacina em suas próprias residências.


A última remessa recebida, no dia 26/03, em um total de 2,070 doses, se destinou em maior parte aos ribeirinhos na faixa etária de idade de 40 a 60 anos. Aonde foi montada uma força tarefa com várias equipes, para que as doses fossem aplicadas em um tempo hábil e chegasse ao público prioritário. E assim as equipes saíram a campo, em todos os rios, igarapés, comunidades ribeirinhas e vilas que tivesse munícipe a ser vacinado- baixo e alto Juruá, Rios Tejo e Bajé, Rio Acuriá, Rio São João, Rio Amônia, Igarapé Aparição, dentre outros.


Uma equipe com coragem e determinação, sem medo dos desafios, que por sinais não são poucos, seja debaixo de chuva ou de sol, tem colocado os pés nas canoas, subindo rios cima e abaixo, caminhando em caminhos e varadouros cheios de lama, mas focado em sua missão, em seu trabalho, aonde nenhum obstáculo impede-os de levar saúde aos munícipes que moram distante do centro urbano, quem tem dificuldades de deslocação e precisam de atenção, assim como todos os demais.


Um trabalho que por vezes se torna cansativo e exaustivo pelo enfrentamento dos tantos desafios, mas sobretudo, gratificantes pelos sorrisos de gratidão e esperança contemplados nos rostos de muitos.


Galeria de fotos:

0 comentário